Dr.

Marcelo Pavan Paiva

Reumatologista em São Paulo

Médico formado em Medicina pela Escola Paulista de Medicina e especialista em Reumatologia pela Sociedade Brasileira de Reumatologia.

Sobre o médico

Conheça o Dr. Marcelo Pavan Paiva

Médico formado na Escola Paulista de Medicina – UNIFESP, onde posteriormente fez as residências de Clínica Médica e de Reumatologia e foi preceptor dos residentes da Disciplina de Reumatologia e chefe de plantão do pronto-socorro. Tem como forte característica a atenção ao paciente, sendo capaz de vê-lo como um todo e acolher, conversando de igual para igual. Por ter grande vivência no ensino, busca fazer o paciente aprender variadas estratégias para lidar com sua condição. Atualmente, divide suas atividades entre o atendimento no consultório e a orientação dos residentes do
Hospital Israelita Albert Einstein no ambulatório de Reumatologia.

Sobre a especialidade

Quando procurar a reumatologia?

Um dos principais atendimentos da reumatologia é quando o paciente sente dores articulares, principalmente se pela manhã e com rigidez. Dores crônicas, que já foram tratadas uma ou duas vezes e não melhoram também pedem uma visita ao reumatologista, principalmente de coluna. Outras doenças reumáticas manifestam-se através de pequenos sintomas em vários órgãos diferentes, por exemplo, lesões de pele com dor de cabeça ou com alterações de visão, aftas junto com dor nas articulações ou nos olhos, ou dores articulares associadas a diarreia, ou falta de ar.

Reumatologista em São Paulo

"Minha maior satisfação é um paciente tão bom que deixa de ser paciente e torna-se meu amigo."

Dr. Marcelo Parvan Paiva

Estátisticas

0
anos de experiência

Quando procurar

Sintomas

Saiba quando agendar uma consulta com um Reumatologista.

Dor articular

Quando uma junta dói, chamamos de artralgia. Isso pode ser um sintoma indicativo de uma condição mais séria, alguma das várias doenças reumáticas que cursam com artrite. Exemplos dessas doenças são artrite reumatoide, espondilite anquilosante, artrite relacionada à psoríase, lúpus eritematoso sistêmico, gota. Na artrite, há muitas vezes rigidez e dor predominantes pela manhã, às vezes calor e inchaço (edema), que podem se manifestar inclusive na coluna vertebral, predominantemente em jovens.

Lúpus eritematoso sistêmico

Caracterizado por ser uma doença autoimune, em que as células de defesa do organismo passam a atacar o próprio corpo, o lúpus pode atacar praticamente qualquer órgão. Alguns são mais típicos, como a região malar (que fica dos lados do nariz), as artrites, a pleurite ou pericardite (inflamação das membranas que recobrem o pulmão e o coração), a nefrite (uma inflamação indolor do rim, mas que pode levar a grave lesão e até necessidade de hemodiálise) e quedas nos níveis de glóbulos brancos, vermelhos ou plaquetas (as “citopenias”). O lúpus é muito mais comum em mulheres jovens, e se nessa idade houver dor nas articulações junto com manchas vermelhas na pele ou sensibilidade excessiva ao sol, ou queda de cabelo excessiva, por exemplo, é muito importante a visita ao reumatologista.

Espondiloartrites

Esse grupo de doenças, composto pela espondilite anquilosante, a artrite reativa, a artrite psoriásica (relacionada à psoríase) e a artrite enteropática (relacionada a doenças inflamatórias intestinais) é, também, mais comum em jovens. O que diferencia é a frequência muito alta de dor na coluna vertebral, principalmente pela manhã, com rigidez (“sensação de coluna enguiçada”) pela manhã
Caracteristicamente melhoram com movimentação leve, e muitos pacientes têm melhora do padrão de dor quando iniciam programa de exercícios rotineiros. Sua prevalência é um pouco maior em homens.

Osteoporose

Essa é mais uma condição atendida pelo reumatologista, assim como a osteopenia. Pelo risco que acarreta, de fraturas graves, como a de colo do fêmur, é uma doença séria e muito comum, até 25% das mulheres pós menopausa apresentarão a condição. Importante frisar que a osteoporose NÃO é uma condição dolorosa, ela é silenciosa, motivo pelo qual é tão perigosa.

Doença de Behçet

Uma doença muito comum na Turquia, aqui no Brasil é rara, e, por isso, muitas vezes temos demora importante no diagnóstico. Seus sintomas mais típicos são aftas recorrentes, lesões de pele como nódulos dolorosos nas pernas (eritema nodoso), pseudofoliculite (semelhante a acne
difusa no tronco), e úlcera na região genital, semelhante a uma afta. Como pode acometer gravemente os olhos e também o sistema nervoso central, além de aumentar o risco de trombose, pois se trata de uma vasculite, ou seja, inflamação de todos os vasos do organismo, o reconhecimento e o diagnóstico precoce são muito importantes.

Síndromes dolorosas regionais e difusas, crônicas

As tendinites e bursites também fazem parte da área de atuação do reumatologista. Faz parte do nosso trabalho diferenciar as dores articulares que indicam reumatismos inflamatórios das dores que são chamadas mecânicas. É muito comum nos depararmos com ombro doloroso, lesões de menisco, hérnias de disco, ombro congelado, algoneurodistrofia,
neuromas de morton, joanetes, neuropatias. Muitas vezes descobrimos o diagnóstico de fibromialgia em pessoas que sofrem há anos de dores e são classificadas erroneamente como diversas tendinites, ciáticas, entre outras. Também nessa categoria se encaixa a artrose (ou osteoartrose/osteoartrite), um desgaste das cartilagens muito comum com a idade, e que pode provocar dor, até mesmo difusa, crônica.

Quando procurar

Principais atendimentos

Tratamento de doenças autoimunes

Prática no uso de imunossupressores biológicos e não biológicos, nas diversas infusões, no enfoque ao cuidado para se evitar efeitos adversos e para controlar a doença, mantendo a qualidade de vida.

Reumatologista em São Paulo

Infiltrações

Para algumas doenças, por exemplo, dedo em gatilho, síndrome do túnel do carpo, certas formas de artrite, podemos fazer a aplicação de medicamento na articulação ou próximo a ela, em consultório ou guiado por exame de imagem.

Reumatologista em São Paulo

Orientação de reabilitação

A reabilitação é parte fundamental do tratamento reumatológico. O ganho de qualidade de vida e capacidade de independência com fisioterapia, RPG, terapia ocupacional bem feitas tem potencial de mudar o rumo de vida! Sendo assim, é importante o médico ser parte atuante nesse processo, orientando o paciente e, quando indicado, fazendo contato com os outros profissionais envolvidos.

Reumatologista em São Paulo

Atendimento a doenças muito raras

Na prática reumatológica é comum a presença de doenças chamadas "órfãs". Devido ao número muito reduzido de casos (às vezes menos de 15 pacientes relatados em toda a humanidade), o conhecimento é escasso. Neste cenário, o médico deve dedicar um bom tempo em estudo sobre o que se sabe da condição, e outro grande tempo em entender quais são os impactos que a doença está gerando e decidir junto com o paciente a melhor abordagem.

Reumatologista em São Paulo

Atendimento domiciliar

Algumas situações, especialmente as dolorosas, impedem o paciente de sair de casa. Nestas circunstâncias, excepcionalmente, uma visita do médico ao domicílio do paciente pode ser agendada.

Exames

■■■■■■■■■■■■

■■■■■■■■■■■■

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

■■■■■■■■■■■■

■■■■■■■■■■■■

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

■■■■■■■■■■■■

■■■■■■■■■■■■

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

■■■■

■■■■■■■■

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

■■■■

■■■■■■■■

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

■■■■

■■■■■■■■

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Endoscopia marciana

Cosmocopia

Raio-Y

Reumatologista em São Paulo

As doenças reumáticas, muito incompreendidas, são comuns inclusive dentre a população jovem, e, se negligenciadas podem levar a graves sequelas.

Currículo

Dr. Marcelo Pavan Paiva

Experiência:

  • Orientador de Reumatologia – Hospital Israelita Albert Einstein
    Ambulatório Acadêmico dos Residentes de Clínica Médica – desde janeiro de 2020;
  • Médico do ambulatório de Reumatologia do Hospital Villa-Lobos de abril de 2013 a fevereiro de 2020;
  • Preceptor dos Residentes de Reumatologia – Escola Paulista de Medicina-UNIFESP
    Disciplina de Reumatologia – abril de 2012 a março de 2013;
  • Plantonista da UTI Adulto do Hospital Santa Paula de março de 2012 a fevereiro de 2020;
  • Autor – Apresentação de Caso – Congresso Brasileiro de Reumatologia
    Traqueobroncomalácia em Paciente com Policondrite Recidivante com Boa Resposta a cPAP e Ciclofosfamida – novembro de 2013
  • Orientador dos Residentes de Clínica Médica – Escola Paulista de Medicina-UNIFESP
    Chefe de Plantão do Pronto-Socorro do Hospital São Paulo – março de 2011 a julho de 2012;
  • Professor Coordenador – Liga Acadêmica de Clínica Médica – Escola Paulista de Medicina-UNIFESP Disciplina de Clínica Médica durante os anos de 2007 a 2009;
  • Aulas e apresentações
  • Palestrante – “Lúpus Eritematoso Sistêmico”, “Artrite Reumatoide” e “Vasculites sistêmicas”
    Hospital Israelita Albert Einstein – Curso Teórico do programa de Residência de Clínica Médica – Setembro de 2017
  • Autor – Apresentação Oral – Congresso Brasileiro de Reumatologia Análise da pesquisa de Anticorpos Anti-PM/Scl: prevalência e correlação clínica – setembro de 2010;

Depoimentos

O que dizem sobre mim

Endereço

Entre em contato

Blog

Artigos do Blog